Morre mulher que foi queimada por marido em Blumenau

Suspeito jogou gasolina e ateou fogo na mulher e no filho de 11 anos


POLÍCIA
Por equipe
Segunda, 23 de outubro de 2017 às 10:23
Morreu na madrugada desta segunda-feira (23) a mulher que foi queimada pelo marido ontem (22) em Blumenau, no Vale do Itajaí. Carlos Osmar Costa trancou Roseli Caldas Costa e o filho Sandriel Yuri Costa no banheiro de casa, jogou gasolina e ateou fogo, conforme a Polícia Militar. Carlos também teve o corpo queimado.

A polícia foi acionada para atender a ocorrência por volta das 2h de domingo, no bairro Itoupava Central. A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Conforme a PM, o homem jogou gasolina na mulher de 44 anos e na criança de 11 anos. O combustível teria respingado no suspeito e ele também sofreu queimaduras ao atear fogo nas vítimas e fechar a porta do banheiro.

Carlos foi localizado mais tarde, ainda na madrugada, no pátio de uma casa do bairro com diversos ferimentos causados pelas queimaduras, depois que moradores o denunciaram à PM. Os policiais o prenderam, acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que o levou ao hospital, onde foi internado com escolta policial.

Internados

O Corpo de Bombeiros não atendeu o caso, mas afirmou que todos tiveram "superfície total corporal queimada acima de 80%". O Hospital Santa Isabel, de Blumenau, confirmou que o homem continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na manhã desta segunda-feira.

O menino foi encaminhado ainda na manhã de domingo para o Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. Segundo a unidade de saúde, o garoto de 11 anos teve 65% da superfície corporal queimada, passou por um procedimento no centro cirurgico na tarde de domingo e deve passar por outro nesta segunda. Ele está na UTI.



Foto: Reprodução/ NSC TV